5 dias em Floripa – day 3

(Ir para: dia 1 / dia 2 em Floripa)

Acordei numa mega ressaca. Não queria sair da cama mas tinha que aproveitar o dia. Decidi que estava na hora de alugar um carro. Essa é a melhor dica para visitar Florianópolis. Não dá para ficar aqui sem carro.

Se vc quiser mesmo conhecer a ilha precisa de ter um carro. Se eu soubesse andar de moto eu até alugaria uma moto. Aprender andar de moto é um dos objetivos que tenho pra esse ano. Enquanto não aprendo…  aluguei um carro logo na manhã.

Tour das praias em Floripa: Santinho e Praia Brava

Não conhecia o norte da ilha e fui em direção ao norte. Primeiro lugar que parei foi no Santinho. Muito bonita e a praia estava vazia. Acho que poderia até fazer topless que ninguém se incomodaria de tão deserta que estava a praia.

Praia do Santinho em Florianópolis

Praia do Santinho em Florianópolis

No final da praia fica o famoso resort Costão do Santinho. E tem uma curta trilha bem estruturada que te leva até os famosos parques arqueológicos com as inscrições rupestre datado de 5.000 anos. Essas inscrições são incisões gravadas em rochas formando desenhos figurativos ou abstratos. O nome da praia Santinho é derivado de uma inscrição que era conhecido pelos pescadores como “santo” e essa rocha foi retirada do sítio original e encontra-se desaparecida. Alem de vc conhecer as inscrições rupestres a vista é muito bonita.

Pintura rupestre no Santinho em Florianópolis

Pintura rupestre no Santinho em Florianópolis

Já que estava no norte da Ilha parti para a praia Brava. Só dei uma passadinha na praia e tirei umas fotos. Estava tarde e queria conhecer outras praias antes que anoitecesse. Não cheguei nenhuma conclusão se a praia era boa ou não. Eu diria que esquisita. Tem muitos prédios residenciais na praia mas pouca estrutura de restaurantes, bares ou lojinhas. Pode ser que fiquei com essa impressão por ter ido num final de tarde de uma quarta-feira.

Praia Brava em Florianópolis

Praia Brava em Florianópolis

Tentei ir na praia da Lagoinha (do norte) mas passei a entrada da praia e como já estava escurecendo achei melhor deixar para ir no outro dia conhecer a lagoinha, Jurere e Jurere internacional.

Dia de comida brasileira no Tucano Hostel

Voltei para o hostel. Era dia de comida brasileira. Tinha uma moqueca de cação, uma farofa com camarão, arroz com leite de coco e de sobremesa pudim de leite. Delicioso!!!

Depois da ressaca de hoje achei melhor ficar sossegada no hostel, não beber e dormir cedo para aproveitar o dia seguinte. De fato eu fiquei no hostel mas juntou uma galera que ficou conversando até umas 3 da manhã e bebendo cachaça.

Moqueca de cação do Juca na noite da comida brasileira - Tucano House Floripa

Moqueca de cação do Juca na noite da comida brasileira - Tucano House Floripa

Clique aqui para ir para o quarto dia

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s