5 dias em Floripa – day 1

Esse é o post de estréia da Joana, nossa nova viajante convidada. Ela é aquela viajante que aproveita qualquer folguinha entre os longos plantões no hospital para explorar o mundo, de preferência sem planos e reservas. Nesse post ela compartilha com a gente o diário da viagem mais recente dela a Florianópolis:

Quando percebi que teria 5 dias corridos de folga não hesitei em comprar uma passagem para viajar para algum lugar assim que surgisse uma promoção. Nos últimos 4 dias eu trabalhei 54 horas e agora só vou trabalhar de novo daqui a 5 dias, no sábado.

O lugar escolhido foi Florianópolis. Tinha vindo aqui no ano passado e me apaixonei pelo lugar. Consegui conhecer apenas a parte sul da ilha. Talvez fiz isso de propósito com o pretexto de precisar de voltar. Não sou o tipo de pessoa que gosta de viajar para os mesmos lugares ou ir nos mesmos restaurantes.  Gosto de experimentar sensações novas, passar por lugares onde nunca fui.

Mas gostei tanto de Florianópolis que resolvi voltar. Sai hoje de manhã depois de trabalhar 24 horas, peguei um transito infernal para chegar em casa, tomei banho, fiz minha mala correndo e fui para o aeroporto.

Eu não costumo programar muito as minhas viagens. Odeio viajar em alta temporada por isso não faço reserva pois sou adepta a mudar de plano de ultima hora e muitas vezes quando vc faz uma reserva isso engessa a sua viagem e afinal de contas qual o propósito de viajar senão sair da rotina, descansar, relaxar e deixar a vida te levar. E se eu encontrar meu príncipe encantado no vôo e ele me convidar para passar a semana na casa dele há 100 Km da cidade? O que vou fazer com todas as reservas de hospedagem, aluguel de carros e etc?

Chegando em Florianópolis

vastomundo_vista_aviao_floripa

floripa vista do avião

Cheguei no aeroporto e dei uma pesquisada no aluguel de carro – muito caro. Paguei R$83,00 pela tarifa do vôo de SP para Florianópolis. Como poderia o valor da diária de um aluguel de carro ser R$85,00 (a mais barata da agencia mais barata)?

Resolvi pegar um taxi: R$50,00. Baixou o espírito da mão de vaca e resolvi pegar um ônibus. Tentei me convencer de que o que estava em jogo não seria a economia que faria em pegar um ônibus mas sim o fato de me aventurar conhecendo a cidade de um outro ângulo, das pessoas locais na sua vida cotidiana.

Isso me lembrou um pouco de quando eu era criança. Eu tinha uma babá que sempre me levava para cima e pra baixo de ônibus e eu adorava! Para mim era um passeio. Minha mãe me conta que no final de semana meu pai me levava para “passear” de ônibus. Tipo fazer um tour pela cidade em que morávamos. Isso que é espírito de pobreza!!! Eu adorava andar de ônibus e de certa forma ainda gosto.

O passeio de ônibus em floripa tinha tudo pra dar tudo certo se não fosse pelo calor que estava em torno de 13h e se não fosse o tanto de mala que eu estava carregando e ainda se não fosse pelo ponto que eu desci errado e ainda estar com uma sandália de salto que deixou duas bolhas em cada pé e agora até havaianas está machucando o meu pé.

ndo_bolhas_floripa

resultado do passeio de ônibus chegando em Floripa

Hospedagem em Floriapa

Fui para um albergue que tinha ficado da outra vez: Tucano House. Um dos melhores albergues que eu já fiquei. É claro que não fiz reserva mas tinha vaga e dei a sorte de ficar num quarto vazio…

vastomundo_tucanohouse_florianopolis

Hostel Tucano House em Florianópolis

O albergue fica da Lagoa da Conceição. A Lagoa é onde concentra uns bares, restaurantes e lojinhas. Tem um clima agradável, um ambiente gostoso. É um lugar bem turístico, cheio de pousadinhas. Um amigo que morou em Floripa me aconselhou ficar na Lagoa e sem duvida ele acertou nessa dica.

Onde comer em Floripa

Larguei minhas malas no albergue e fui procurar algum lugar para almoçar. Fui no Aloha café um café que tem uns sanduíches, saladas, grelhados e uma carta de café. O ambiente é nota 10. Comi uma saladinha ceasar, bem gostosinha.

Depois fiquei no albergue de boa. Aqui tem um jantar todas as noites com um cardápio varia todos os dias. Hoje foi comida italiana, tinha um risoto de camarão muito gostoso. O chef Juca está de parabéns!

Estou de pós plantão, cansada de carregar mala e vou aproveitar que estou sozinha no quarto para conseguir uma boa noite bem dormida.

Está curioso(a) para saber o desenrolar da história? Clique aqui para ver o segundo dia em Floripa

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s