Carnaval do Rio: bloco Céu na terra

O primeiro dia oficial do carnaval de rua do Rio de Janeiro foi, como já era de se esperar, um descontrole.

O palco foi o bairro Santa Teresa, o bloco Céu na terra, que mais uma vez mostrou como se faz uma verdadeira festa completa com boa música e as fantasias mais hilárias. Ficamos ao lado do sopro já que gostamos de ter contato visual com a banda, mas é preciso muita disposição na prática. Os chinelos acabaram ficando em Santa Teresa, é melhor ir de tênis mesmo! Até aqueles que acreditavam ser impossível se divertir no meio de tanto tumulto reconheceram que valeu muito a pena!

Posso dizer que foi um exercício de bom senso, pelo volume de pessoas e quantidade de confusão. Não tinha espaço para abrir os braços, mas não houve nem sequer uma confusão ao longo de todo o circuito! Fantástico!

Cabe um agradecimento especial para aquelas pessoas abençoadas que jogam água de suas casas durante o bloco. E não dá pra esquecer dos vendedores de sacolé!

Segue uma das marchinas mais tocadas:

“Ê, ê, ê, ê, ê, Índio quer apito,
Se não der pau vai comer!

Lá no bananal mulher de branco
Levou pra pra índio colar esquisito.
Índio viu presente mais bonito.
Eu não quer colar! Índio quer apito!”

Anúncios

One thought on “Carnaval do Rio: bloco Céu na terra

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s