Caminhadas em Sydney: Royal Botanic Gardens

sweet home!

Não é em qualquer lugar onde é possível se sentir “em casa”. Temos referências, que vem de pessoas, paisagens e da cultura para entender algo como familiar. No meu caso uma mistura de coqueiros, dendê, castelhano, e churrasco.

O motivo deste post é puramente emotivo, sobre saudade, boas lembranças e familiaridade. Há um ano atrás, reuni boa parte do que juntei num período de quase 2 anos, e comecei meu retorno de Sydney para o Brasil. Mas além das coisas, vieram comigo novas referências, que em nada se pareciam com minhas antigas. O que  aconteceu a partir de contato com novos hábitos e lugares, o que me deu um novo entendimento de familiar. O que de cara me pareceu estranho, sem graça por inevitáveis comparações, logo se tornou interessante, curioso e até certo ponto necessário.

Novas maneiras de aproveitar o dia, como caminhar nos bairros, para simplesmente olhar as casinhas, jardins, tomar um café da manhã com amigos no fim de semana, passear nos parques e ver como os australianos de fato vivem a cultura de esportes e lazer ao ar livre, as praias com seus salva-vidas organizando os banhistas com auto-falantes, comer todo e qualquer tipo de comida asiática num bairro tipicamente asiático, assistir minhas bandas preferidas reunidas nos inúmeros festivais de música, andar pelas avenidas cercadas de lojas interessantes, brechós, e um universo gay, afinal estou falando de Sydney.

Nessa período muitas vezes gastei meu tempo livre caminhando pela cidade, e quero dividir neste o nos próximos posts alguns dos passeios preferidos.+ Adicionar nova categoria

Royal Botanic Gardens


Este foi um dos meus primeiros passeios turísticos pela cidade mas diante de tantas coisas para ver e beleza continuei frequentando. Este é, como o nome já sugere, um enorme jardim botânico com inúmeras espécies de árvores, flores, pássaros, natureza em geral. Um lugar perfeito para relaxar, andar, fazer pequinique, praticar esportes, aprender sobre horticultura e plantas. O lugar é lindo!

O engraçado é que muitos eventos acontecem por lá, então não se surpreenda ao ver casamentos e outras coisas inusitadas, que soam meio descontextualizadas mas tem tudo haver com o espírito de “tudo misturado” que paira sobre Sydney.

O Botanic Gardens fica muito bem localizado no centro comercial da cidade e uma parte do jardim tem vista para famosos pontos turisticos como o Opera house e a Harbor bridge. Existe uma programação anual que inclue visitas guiadas e outros. A entrada é franca.

Mais informações no site:

http://www.rbgsyd.nsw.gov.au/welcome_to_bgt/royal_botanic_garden

Dentro deste jardim ainda é possível conhecer, gratuitamente também a Art Gallery the New South Wales. Um museu muito charmoso que existe desde 1874 e possui um grande acervo de arte internacional e australiana. Este é com certeza um ótimo lugar para conhecer um pouco da história do país através da arte. Vale a pena ir com tempo.

Mais informações no site:

http://www.artgallery.nsw.gov.au/

Anúncios

2 thoughts on “Caminhadas em Sydney: Royal Botanic Gardens

  1. Aiiii esse Jardim Botânico é lindo de morrer!
    Tive o prazer de passar uma tarde inteira nesse lugar, na minha rápida passagem por Sydney!
    Vale muito a pena… uma paz sem tamanho, sem explicação!!!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s