Shiva, o destruidor (Mito)

Pose de Shiva no Templo de Shiva- Nepal.jpg

“O mundo foi criado por Brahma e é protegido por Vishnu, mas não pode durar para sempre. Todas as coisas criadas têm de ser destruídas, para que sejam renovadas. Por isso a divindade precisa de 3 formas, e a terceira é Shiva.

Esse deus, o aspecto destruidor de Trimurti, a trindade, é também conhecido como o Senhor da Dança, e manifesta nessa arte a perfeita harmonia e o rítmo da música, que permeia o universo. Os artistas o retratam em várias formas: a mais conhecida é como um homem que tem quatro braços. Duas seguram um tamborim e um tridente, duas fazem o gesto de doar. Em seu rosto ha o terceiro olho, que dá a visão interior; veste a pele de tigre a traz 3 serpentes enrolados em seu pescoço, no colo e nos braços. Na cabeça, leva um ornamento com a Lua crescente.

Shiva possui vários aspectos. Um deles é o Rudra, o deus mais terrível de toda a Mitologia da Índia. É aquele que luta contra o Mal, o senhor da morte, o líder dos fantasmas e vampiros. Porém é também o senhor da cura, e todo aquele que o invoca tem as suas feridas saradas. É também o deus dos ascetas, dos que meditam para alcançar o Nirvana.

Conta-se que Shiva era tão dedicado a meditação que, deixava sozinha sua esposa, Parvati. Sentindo-se abandonada, ela pediu a companhia do deus Kama, Senhor do Desejo. Ora, Kama não podia amar Parvati, pois não apenas amava sua própria esposa como tinha muito medo de Shiva-Durga. Tentou chamar a atenção do deus, que estava meditando , com uma flecha, para fazê-lo procurar a esposa solitária. No entanto, Shiva não queria deixar a meditação e viu, em seu terceiro olho, que seria interrompido. Para evitar ser perturbado, imediatamente fulminou Kama.

A esposa de Kama, inconsolável, foi implorar ao deus que ressuscitasse o marido. Para não ser mais incomodado, Shiva consentiu e ele voltou a vida. Mas os desejos de Parvati não foram saciados, e é por isso que todos os amantes se desejam neste mundo: o desejo será eterno, até que a esposa do deus seja atendida. Apesar disso, Shiva tem também o aspecto benévolo, de Senhor da Dança, que é considerada a arte que mais ajuda o homem a entender as coisas divinas.”

templo Kama Sutra- Bakhtapur

Referência:

RIOS, Rosana. Volta ao mundo em 80 mitos. Porto alegre, RS. Ed. Artes e Ofícios, 2010, pág. 84.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s